Parlamento vai levantar imunidade do ex-ministro Miguel Macedo

A Assembleia da República vai decretar o levantamento de imunidade parlamentar de Miguel Macedo, feito a pedido do Ministério Público na semana passada

A solicitação do juiz Carlos Alexandre constituir o ex-ministro da Administração Interna arguido no âmbito do caso dos vistos gold.

Estando em causa uma moldura penal superior a três anos, o relator do parecer na AR, Sérgio Azevedo, explica ao Diário Económico que o levantamento da imunidade é um processo "automático".

Ainda assim, a solicitação vai amanhã a votos na Comissão de Ética e contará com a aprovação das várias bancadas.

Recorde-se que o próprio Miguel Macedo já tinha pedido este levantamento, mas como não era na altura nem arguido, nem testemunha no processo, foi-lhe recusado.

Miguel Macedo é suspeito do crime de prevaricação de titular do cargo político, por alegadamente ter favorecido amigos. Demitiu-se do Governo na sequência desta "Operação Labirinto", que levou ainda à detenção de 11 pessoas, entre elas altos cargos da Administração Pública, por alegada corrupção, prevaricação, abuso de poder e tráfico de influência relacionadas com a atribuição dos vistos gold.

Fonte: Económico

Partilhar