Pedido do FMI para reformar sistema de pensões é "ridículo"

O ministro das Finanças grego, Yanis Varufakis, afirmou hoje numa entrevista à cadeia britânica BBC Radio 4 que o pedido do Fundo Monetário Internacional (FMI) para reformar o sistema de pensões grego é "ridículo".

"É o tipo de proposta que se põe na mesa quando não se quer chegar a um acordo", afirmou Varufakis, dois dias depois do FMI ter considerado "insustentável" o sistema de pensões da Grécia.

Para o ministro grego, esta é uma posição negociadora de "rutura" que "simplesmente se deveria deixar de lado".

"O motivo pelo qual não assinamos o que é oferecido é que se trata de mais uma versão das propostas falhadas que se apresentaram no passado", afirmou Varufakis.

Varufakis afastou qualquer cenário em que a Grécia saia da zona euro, mas afirmou que como antigo especialista em estatística nunca aceitaria a noção de uma ocorrência ter probabilidade zero de se verificar.

"Também é possível que um cometa choque contra o planeta Terra e o seu programa não se emita amanhã", disse Varufakis ao entrevistador da BBC Radio 4.

Fonte: Noticias ao Minuto

Partilhar